Aguarde. Carregando informações.
28/08/2017 às 13h00

Festa do esporte e da inclusão social na abertura dos Jogos Paralímpicos

Uma tarde de esporte, inclusão social, congraçamento e principalmente de muita emoção. A quinta-feira (24) foi marcada pela abertura da segunda edição dos Jogos Paralímpicos de Alagoas, que reuniu centenas de paratletas de oito entidades, que disputam a principal competição do paradesporto no Estado.

A solenidade aconteceu no ginásio do Colégio Tiradentes da Polícia Militar e trouxe representantes paralímpicos das cidades de Arapiraca, Campo Alegre, São Miguel dos Campos e, em sua maioria, de Maceió.

Participaram da solenidades as delegações da Adefal, Adefima, Pestalozzi, SESI, Complexo Multidisciplinar Tarcizo Freire, Ciro Acyoli Federação Alagoana de Atletismo (FAAT) e Anthares.

Após o desfile das delegações, foi a vez da tocha dos jogos, que foi carregada por três atletas, José Alexandre da natação, José Talvanes e a experiente Sonia Gouveia do atletismo.

Participante de edições das Olimpíadas, Sonia Gouveia se mostrou emocionada. “Tanto tempo e ainda me emociono com isso. Importante a iniciativa do Governo do Estado através da Selaj em manter acesa essa chama e também de dar oportunidade aos que precisam de uma atividade para se sentirem valorizados e incluídos”, afirmou.

Atleta da natação da Pestalozzi e membro do programa “Bolsa Atleta”, o nadador José Alexandre comemorou mais uma edição dos jogos. “A gente fica feliz de estar sendo visto e reconhecido. Eu mesmo encaro com muito profissionalismo essa disputa, porque serve de preparação para outras competições, de nível nacional que vem pela frente”, disse.

Parceira na realização do evento, a secretária de Estado da Mulher e dos Direitos Humanos, Claudia Simões, destacou a importância da ligação entre as pastas em favor das pessoas com deficiência física.

“Enquanto secretária da mulher e dos direitos humanos, destaco a atuação do nosso setor específico para a pessoas com deficiência, ao mesmo tempo, valorizo a iniciativa da secretária Claudia Petuba, de reconhecer que essas pessoas precisam ser incluídas socialmente e o esporte é uma grande ferramenta”, comentou.

O ginásio ficou lotado por paratletas, familiares, treinadores, dirigentes e alunos do Colégio Tiradentes. O cenário foi ressaltado pela secretária do Esporte, Lazer e Juventude, Claudia Petuba.

“Ver esse ginásio lotado nos mostra que vale muito a pena acreditar no esporte e na inclusão social. O que nós estamos vendo aqui é uma grande demonstração de dedicação, de amor ao esporte e profissionalismo. Devemos sim comemorar o fato de que nesta segunda edição, já registramos um grande avanço e que é possível promover o paradesporto em Alagoas. Durante os três dias de provas, espero que tenham aproveitado e curtam até o final. Parabéns a todos os envolvidos”, concluiu a secretária.

Competições

Assim como nos Jogos Olímpicos, os Paralímpicos também tem provas antes da abertura. Na quarta-feira houve a disputa do atletismo e nesta quinta-feira pela manhã paratletas disputaram a bocha na Associação dos Subtenentes e Sargentos Militares de Alagoas (Assmal) e natação na Associação Dos Oficiais Militares De Alagoas (Assomal).

Após a solenidade de abertura, no próprio ginásio do Colégio Tiradentes, foram realizados de handebol e basquete para cadeirantes. A programação será finalizada nesta sexta-feira (25).

Às 14h, acontece a disputa do GoalBall no Ginásio da Assomal; às 17h, Futebol Para Amputados no campo sintético da Assomal e, às 18h00, Paravôlei no mesmo local.

Galeria de Imagens

Arquivos